sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Regresso às Jornadas Europeias do Património em 2017, de 22 a 24 de Setembro


Meia dúzia de anos após as minhas participações enquanto guia ao serviço da Loja de História Natural nas Jornadas Europeias do Património 2010 e 2011, regresso agora para as Jornadas Europeias do Património 2017, ao serviço da LPN-Liga para a Protecção da Natureza.

Vou guiar duas visitas no Sábado, 23 de Setembro e participar como um dos guias numa visita no Domingo, 24 de Setembro de 2017.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Incêndio de Orvalho-Oleiros: importante núcleo de azereiros da Fraga de Água d'Alta sofre perdas mas sobrevive

Sinalética da GeoRota do Orvalho ardida e por terra.
Em finais de Agosto de 2017, um violento incêndio no Concelho de Oleiros, distrito de Castelo Branco, percorreu vastas áreas da Freguesia de Orvalho, onde se insere a GeoRota do Orvalho, promovida pelo Geopark Naturtejo.

Um dos ex-libris desta rota é a Fraga de Água d'Alta, geomonumento classificado conhecido pela sua queda de água. Em redor deste geomonumento e ao longo da ribeira de Água d'Alta, prospera um bosque reliquial com um importante núcleo de azereiros Prunus lusitanica subsp. lusitanica, tendo sido contabilizados, antes do incêndio, cerca de 265 exemplares desta árvore rara, uma das maiores populações conhecidas desta espécie.

A GeoRota do Orvalho atravessa grandes áreas de pinhal, ardido em Agosto.
Numa visita efectuada a 9 de Setembro de 2017, fiz parte do trajecto da GeoRota do Orvalho e testemunhei as marcas que os incêndios deixaram. Era a minha primeira visita ao local e ia especificamente em busca dos azereiros. A caminhada a subir a ribeira foi um pouco angustiante, com exemplares de azereiro, folhado Viburnum tinus e sanguinho Frangula alnus, entre outras espécies, ardidos. Alguns azereiros encontravam-se caídos por terra. Era pouco animador.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Workshop de Anilhagem de Aves - Mata Nacional de Valverde, 3 de Setembro de 2017

A divulgação do evento na página do ICNF explica que:

«A anilhagem é um dos meios utilizados para o estudo e conservação de aves e neste workshop os participantes irão aprender a distinguir as diferentes espécies capturadas e suas características: sexo, idade, condição física e estatuto reprodutor. E acompanhar todo o processo de anilhagem de aves, desde a captura, colocação de anilha e respetivos registos, assim como a consequente devolução das aves ao meio natural.»

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Nova ameaça às árvores em Portugal: espécie de bactéria muito patogénica para oliveiras já está na Península Ibérica

Oliveiras seculares em Puglia, Itália, mortas pela Xylella fastidiosa. Foto daqui.
A bactéria Xylella fastidiosa, com origem na Califórnia, está a afectar desde 2013 os olivais de Puglia, Itália, e foi agora detectada, em Julho de 2017, em Alicante, Espanha.

A história, infelizmente, já é bem conhecida de todos nós. Uma doença de uma  espécie de plantas que antes existia apenas num local do mundo sem grande impacto é, como resultado de uma crescente globalização, introduzida acidentalmente noutro continente com resultados devastadores.

domingo, 6 de agosto de 2017

Artigo Publico.es: as oito espécies de animais mais ameaçadas de Espanha

Imagem Europa Press retirada daqui.
Neste artigo do jornal espanhol Público são oito as espécies de animais identificadas como as mais ameaçadas de Espanha:

1. o quebra-ossos Gypaetus barbatus;
2. o lince-ibérico Lynx pardinus;
3. o urso-pardo Ursus arctos;
4. o galo-montês ou tetraz Tetrao urogallus;
5. a foca-monge-mediterrânica ou lobo-marinho Monachus monachus;
6. a águia-imperial-ibérica Aquila adalberti;
7. o lagarto-gigante de El Hierro Gallotia Simony;
8. a tartaruga-mediterrânica Testudo hermanni;


Destas 8 espécies, 3 existem em Portugal:

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Afinal foram sete as espécies de carvalho: a visita ao Corredor Verde para comemorar o aniversário da LPN foi assim

Entre zimbros. Foto de Inês Machado (LPN) retirada daqui.

Mesmo sem a bandeira nacional hasteada ninguém perdeu o Norte e às 9h30 em ponto - grupo pontual! - iniciámos a visita. Podem ler um relato da mesma na página da LPN-Liga para a Protecção da Natureza aqui.

O percurso deu-nos oportunidade para encontrarmos muitas espécies da nossa flora. Começámos com alguns exemplares arbustivos como o pilriteiro Crataegus monogyna, a murta Myrtus communis, o azereiro Prunus lusitanica e o folhado Viburnum tinus. Falámos depois um pouco dos laços de família que unem a olaia Cercis siliquastrum, a robínia Robinia pseudoacacia e a alfarrobeira Ceratonia siliqua, árvores leguminosas cujos frutos - vagens semelhantes às dos feijoeiros - mostravam bem o parentesco entre elas.

Foto de Inês Machado (LPN) retirada daqui.
Aproveitámos a proximidade de um carvalho-alvarinho Quercus robur e de um carvalho-americano Quercus rubra para olhar para as suas folhas e ver a diferença entre os ângulos agudos bem marcados da espécie americana - à direita na foto - e a forma mais ondulada/arrendondada das espécies nacionais autóctones - à esquerda na foto.

Seriam as primeiras espécies de carvalhos do dia. Acabaríamos por visitar sete espécies no total!

Mas antes, num promontório com excelente vista sobre o aqueduto das águas-livres e sobre a serra de Monsanto, viajámos no tempo geológico para ouvir um resumo da história geológica de Lisboa e da serra de Monsanto, contada por Jorge Fernandes, professor de geologia associado da LPN.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

LPN promove visita ao Corredor Verde de Monsanto, Sábado 29 de Julho de 2017

Por ocasião do 69º aniversário da LPN-Liga para a Protecção da Natureza, irei guiar uma visita ao Corredor Verde de Monsanto no próximo Sábado, 29 de Julho de 2017, com início às 9h30. A visita é gratuita mas carece de inscrição obrigatória até 5ª-feira, 27/7/2017.

É sempre um prazer fazer este percurso que de maneira fácil, rápida e segura nos transporta para o interior do maior e mais natural espaço verde de Lisboa.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Noite com Morcegos na Mata Nacional de Valverde, Alcácer do Sal, 8 de Julho de 2017

É já neste próximo Sábado, 8 de Julho de 2017, que vai decorrer mais uma actividade da Mata Nacional de Valverde, Alcácer do Sal. Desta vez é uma caminhada para ver e escutar morcegos ao anoitecer, rodeados pela paisagem desta magnífica Mata Nacional. E é gratuito!


Contactos para mais informações e inscrições:

Alexandra Batista
E-mail: alexandra.batista@icnf.pt
Estrada Nacional, n.º5 | 7580-103 Alcácer do Sal
Telefone: +351 265 009 981 | 962 726 298

sábado, 17 de junho de 2017

Castro Verde é a mais recente Reserva da Biosfera da UNESCO em Portugal

Conhece este Ecossistema Humanizado de Alto Valor Natural?

Fotos sobre a Reserva da Biosfera de Castro Verde no sítio da UNESCO.


Reportagem da RTP sobre a notícia. Ver aqui.
 No passado dia 14 de Junho de 2017 o Concelho de Castro Verde  tornou-se na 11ª Reserva da Biosfera em Portugal reconhecida pela UNESCO, primeira a sul do Tejo. É o culminar de um trabalho de mais de duas décadas de cooperação entre a Camâra Municipal de Castro Verde, a LPN-Liga para a Protecção da Natureza e as pessoas do Concelho, com destaque para os seus agricultores, muitos deles integrantes da Associação de Agricultores do Campo Branco, uma das três entidades co-autoras da candidatura entregue na UNESCO.

A classificação da área como uma das 41 Zonas de Protecção Especial (ZPE) de Portugal pelo ICNF-Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas em Setembro de 1999 foi igualmente um marco importante para o sucesso da preservação dos valores naturais daquela região.


Coloco aqui um vídeo da LPN (disponível, junto com outros, no canal Youtube da LPN) sobre a riqueza biológica e paisagística deste território de extrema importância para a avifauna das estepes. É nesta zona que aves ameaçadas típicas destes ecossistemas como as abetardas, francelhos ou peneireiro-das-torres, cortiçois-de-barriga-preta, rolieiros, sisões, e muito, muito mais, encontram as melhores condições a nível nacional para a sua sobrevivência.



Um curto documentário sobre a riqueza da paisagem de Castro Verde e o trabalho que a LPN-Liga para a Protecção da Natureza ali desenvolve. A LPN vive do apoio dos seus sócios. Faça-se sócio e contribua para a Conservação da Natureza.

Foi em meados dos anos 90 do século XX que a LPN fez uma campanha de angariação de fundos para conseguir comprar a sua primeira herdade em Castro Verde.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Contribuição para a Revisão de Estatutos da LPN-Liga para a Protecção da Natureza

http://www.lpn.pt/Homepage/Noticias/Noticias/Announcements.aspx?tabid=2378&code=pt&ItemID=4601
Anúncio do início do processo da revisão dos Estatutos da LPN.

A LPN-Liga para a Protecção da Natureza abriu um processo de revisão dos seus estatutos em Maio de 2017. É um processo natural de uma associação. No entanto, é também um processo que os sócios devem acompanhar cuidadosamente e em que devem participar activamente! Os estatutos são o eixo principal de funcionamento de uma organização, uma parte essencial da sua identidade e, por estas razões, pretendo aqui dar um contributo para a compreensão do que está em causa nesta revisão de estatutos.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

No Jantar de Gala da LPN nem o David Attenborough faltou

A lapela do meu fato, vestida para a ocasiao.
Foi um prazer estar presente no Jantar de Gala da LPN-Liga para a Protecção da Natureza, no passado dia 27 de Maio de 2017.

Não só para apoiar a LPN mas para usufruir da noite em si, desde o local, a companhia, a oportunidade de ouvir os palestrantes e comer um excelente jantar.

Podem ler um relato sobre o Jantar de Gala 2017 na página da LPN aqui e ver as fotos do evento aqui.

Uma das surpresas da noite foi um curto vídeo de David Attenborough a dar o seu apoio a LPN, ladeado por uma escultura de um orix-da-Arabia, símbolo da organização Fauna & Flora International que trabalha em parceria com a LPN. Deixo aqui essas imagens.



A apresentação pelo produtor/realizador de documentários de vida selvagem, Tom Hugh-Jones, foi outro dos momentos altos da noite. Deixo aqui o vídeo de uma apresentação parecida com a que tivemos o prazer de assistir ao vivo, feita em Dezembro de 2014 em Puebla, México.



No conjunto, foi uma noite diferente de que muito gostei de fazer parte. Toda a equipa da LPN está de parabéns, da direcção nacional a todos os trabalhadores e voluntários que ajudaram. Sentiu-se que estavam genuinamente felizes pela forma como conseguiram concretizar esta ideia e defenderam publicamente o trabalho que fazem todos os dias pela conservação da natureza. E têm e tiveram razões para se sentirem orgulhosos. Da minha parte, agradeço-lhes a oportunidade de usufruir de um serão tão agradável.

PS- A Dalila Carmo, que fez questão de estar, é uma simpatia. Já era fã, mais fã fiquei!

Dalila Carmo com o Libérico. Não era bom que todos dessemos a cara pela Natureza?

terça-feira, 6 de junho de 2017

Visita à Mata Nacional de Valverde, Alcácer do Sal, 11 de Junho de 2017


Informações e inscrições:

Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas
Contatos telefónicos: 265 009 981 e 962 726 298
E-mail: alexandra.batista@ icnf.pt

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Jantar de Gala da Liga para a Protecção da Natureza, 27 de Maio de 2017


http://www.lpn.pt/Homepage/Agenda/Proximos-Eventos/Events.aspx?olderEvents=false&tabid=2427&code=pt&ItemID=6632
Estação Elevatória dos Barbadinhos. Foto Epal.
No Sábado, 27 de Maio de 2017, irá realizar-se na Estação Elevatória dos Barbadinhos, que integra o Museu da Água da EPAL, em Lisboa, o Jantar de Gala da LPN-Liga para a Protecção da Natureza

Trata-se de um jantar para celebrar o trabalho de conservação da natureza que a LPN desenvolve. Pretende-se criar uma oportunidade nobre de divulgação da actividade desta associação de defesa do ambiente, ao mesmo tempo que se estimula o convívio entre todos os que acarinham a protecção da biodiversidade e se angaria fundos para ajudar à continuação desta luta pela preservação do nosso património natural.

Tom Hugh-Jones
O jantar será presidido pelo Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa e contará com uma intervenção de Mark Rose, Director Executivo da organização Fauna & Flora Internacional que colabora com a LPN, nomeadamente no seu Programa Lince de conservação do lince-ibérico, e ainda com uma palestra por Tom Hugh-Jones, produtor da BBC que fez parte da equipa que criou documentários como Planet Earth I e II.

Toda a informação sobre o evento pode ser encontrada na página da LPN aqui. Inscrições até 21 de Maio de 2017 mas não deixe de tentar se já tiver passado esse dia e ainda não for dia 27! Eu, sócio da LPN há mais de 20 anos, estarei presente para uma noite de convívio e celebração da diversidade de vida na Terra. Será uma noite especial, num local diferente, por uma causa maior.





quinta-feira, 4 de maio de 2017

Abril 2017 em Portugal: o mais seco e o 5º mais quente

O IPMA já publicou o relatório de acompanhamento do clima referente ao mês de Abril de 2017.


Alguns dos destaques:

- "O mês de abril de 2017 em Portugal Continental foi extremamente quente e extremamente seco, tendo sido o 5º mês de abril mais quente desde 1931."

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Visita Guiada ao Corredor Verde de Monsanto, Lisboa - 29 de Abril de 2017 - 10h30

No próximo Sábado, 29 de Abril de 2017, irei guiar uma visita ao Corredor Verde de Monsanto, Lisboa, do Jardim Amália Rodrigues ao moinho das Três Cruzes no Parque do Calhau, em Monsanto.


A visita é organizada pela Plataforma em Defesa das Árvores, e é gratuita e sem inscrição prévia. É só aparecer: ponto de encontro às 10h30 no topo do Parque Eduardo VII, Lisboa, por debaixo da bandeira nacional.

terça-feira, 28 de março de 2017

Carta Aberta ao ICNF sobre o anunciado abate de milhares de árvores em Sintra

Abaixo está a carta, com 11 perguntas, que eu e um conjunto de outras pessoas enviámos ao ICNF. Pretendemos pedir informações sobre o anunciado abate de milhares de árvores no Parque Natural Sintra Cascais. O objectivo é pressionar de alguma forma para que sejam adoptadas as melhores práticas (não cortar árvores em época de nidificação, por exemplo) e que se planei bem o que se vai fazer antes de se fazer, prevendo onde vão passar as máquinas, etc.

Qualquer pessoa pode usar este texto e, alterando-o ou não, enviá-lo para:

icnf @ icnf.pt (sem os espaços).

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Exmo. Senhor Presidente do Conselho Directivo do ICNF
Eng.º Rogério Rodrigues

Considerando a intervenção que está a ser preparada nos Perímetros Florestais da Serra de Sintra e Penha Longa e, mais especificamente, na envolvente aos arruamentos públicos (EN9-1 troço entre a Lagoa Azul e a Malveira da Serra, Estrada Florestal Malveira-Portela e acesso à Barragem do Rio da Mula) a qual, segundo o que tem sido divulgado na comunicação social, implicará o abate de milhares de espécimes arbóreos numa extensão de cerca de cinco quilómetros em pleno PNSC,

sábado, 18 de março de 2017

Primeiro enxame de 2017: a Primavera chegou!


O primeiro enxame de abelhas do ano é um excelente indicador da chegada da Primavera. Apesar de a enxameação não ser muito desejável quando se quer maximizar a produção de mel, porque divide a força de uma colónia em dois, sou fascinado pela vitalidade de um enxame. Transmite-me energia.

Hoje voltei a casa no final da tarde e tinha um à minha espera. Ainda fui a tempo de o 'encaixotar' num núcleo pronto para a ocasião.

E, apesar de a colmeia de onde saiu o enxame ter ficado mais fraca, estou certo que no Verão terei mais favos como os da foto. Sacrifico alguns de bom grado pelo prazer que apanhar um enxame me dá. Quando consigo apanhar...


terça-feira, 7 de março de 2017

A PrEP, o CheckPointLX, e a promoção da medicalização do sexo entre homens


A promoção à PrEP por parte do CheckPointLX comprometeu a minha confiança no seu trabalho para a prevenção da infecção por HIV . Deixo aqui a minha opinião.
  
Imagem da campanha de promoção à PrEP pelo CheckPointLX. O valor 99% é um valor teórico e nunca foi concretizado em nenhum estudo observacional.

Tenho sido, ao longo dos anos, um apoiante do trabalho feito pelo CheckPointLX (CPLX). Estive presente na inauguração, divulguei os seus serviços por amigos, conhecidos e desconhecidos e usufruí eu próprio dos mesmos. Foi um projecto válido e importante.

Mas a forma como têm promovido desde 2015 a profilaxia pré-exposição (conhecida pela sigla anglo-saxónica PrEP), fornecendo informação enganadora, incentivando e facilitando, sem critério, o acesso (ilegal) de todos que a queiram tomar e diminuindo o papel do preservativo na luta contra a SIDA, erodiu a minha confiança na sua capacidade técnica. É inconcebível que considerem ser boa ideia que 80% dos homens que têm sexo com homens (HSH) tomem a PrEP, no que equivaleria a uma massificação da medicalização do sexo entre homens, como se fosse uma doença. É igualmente condenável que defendam que a PrEP pode substituir o preservativo na prevenção do HIV.

Nesta minha publicação vou questionar algumas das afirmações feitas no texto da campanha de promoção à PrEP do CheckPointLX.

Considero que se tornaram um problema na luta contra a infecção por VIH na comunidade de homens que têm sexo com homens (HSH). Neste texto pretendo expor algumas das questões que as suas intervenções públicas me levantaram e que me levaram a pensar assim.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Boletim metereológico, IPMA style

Infelizmente, continuamos sem ter em Portugal uma única emissão televisiva diária ou semanal com um boletim metereológico para todo o país minimamente informativo.

Uma imagem estática da previsão do tempo, como nos é mostrada no presente nos canais portugueses de televisão. Via IPMA.